TESTE DO JACARÉ – YAMAHA MT-07 EM 2021

Foi um agradável passeio pelas ruas de Belo Horizonte e pelas rodovias da região que muitas curvas

Yamaha MT-07 ABS 2020: testei e gostei muito. Eu Jacaré, compraria. Ótima na cidade, ágil e fácil de manobrar até entre os carros, com ciclística excelente, e sem incomodar, pois o motor não esquenta as pernas mesmo no trânsito travado dos centros urbanos. E, além de tudo, é muito boa na estrada onde a aceleração rápida é um deleite por conta da estabilidade, que tranquiliza a pilotagem esperta.

         Jacaré testando a Yamaha  MT-07 em Belo Horizonte

A Yamaha MT-07 é uma moto de modelo naked (pelada, sem carenagem) moderna e bonita. Tem visual muito atraente e adota tecnologia de ponta na construção de seu motor avançado, que tem um dos melhores torques (força) da categoria.
Com tanque estreito e o motor, idem, por ser de dois cilindros, o condutor se encaixa muito bem ao montá-la e, mesmo os mais baixos, ficam muito à vontade para pôr os pés no chão e movimentá-la facilmente.

A MT-07 é moto estreita e gostosa de cômodo – a ergonomia, ou seja, o banco, o guidão e as pedaleiras estão com as distâncias bem ajustadas (pra maioria dos pilotos), e asseguram comodidade  para o piloto seguir em viagens, por centenas de KMs, sem se cansar.
Leve, ágil, fácil de pilotar com excelente manobrabilidade e agilidade no trânsito urbano. Ao andar na moto nota-se logo que ela acelera muito, muito rápido, com força (torque bom) que nos deixa seguro e animado de acelerar mais… Muito gostosa de andar.
E não é necessário fazer muitas mudanças de marchas pois o torque é seu ponto forte desde as baixas rotações.
Os freios duplos na frente dão tranquilidade e o modelo tem frenagem potente e segura com o ABS, de série.
A suspensão.., pra mim, que tenho 77 kg, deixei na regulagem original e considero muito bem-acertada e confortável para uma naked, mesmo rodando nos pisos irregulares, tão comuns em nossas cidades.
Nova Yamaha MT-07 modelo 2021 – Branca –  tanque de 14 L
Se fiquei encantado na cidade, ao rodar na estrada convenci-me de todo; não precisa mais do que essa 700 – é muito suficiente.

Ela entra bem nas curvas (não sou piloto profissional, só aproveito a pilotagem como qualquer usuário faz), com segurança e firmeza, aí o passeio segue na reta com segurança e alegria, vento limpando a poeira e refrescando a cabeça também . A estabilidade (destaque na MT-07) é muito boa. Ficamos tranquilos fazendo curvas emocionantes. Os pneus Bridgestone têm boa pegada mesmo no molhado; mas eu andei com cuidado em piso escorregadio como manda o juízo, né mesmo?

Para uma naked ela não cansa com o vento no peito; o painel faz o papel de um pequeno defletor que o desvia um pouco, e os braços também não doem mesmo após muito tempo na estrada. Mas atenção: a recomendação é fazer parada a cada 2,5/3 h pilotando pra não ir perdendo os reflexos com o cansaço e cair na insegurança.

Uma deficiência é que o modelo não tem muita eletrônica avançada. Mas a proposta da Yamaha MT-07 é honesta e a moto vale muito a pena.

A iluminação é muito eficiente, painel bem completo e fácil de ler; e o banco é confortável para o piloto. A garupa vai, vai… bem: tem motos melhores e muito piores também. Mas falta a alça traseira para o garupa segurar e pra gente poder amarrar alguma coisa, né?

Yamaha MT-07 2021 tem  preço: R$ 39.990 mais frete. Cores: azul met., preto fosco e cinza fosco.

Yamaha MT-07 – Potência de 74,8 cv  e torque de 6,9 kgfm

 

A moto MT-07 foi cedida para o teste (de modo normal como um condutor comum no dia a dia)  pela Yamaha do Brasil e entregue pela Moto Roma – Yamaha, do b. São Lucas, em BH (MG).
Técnica:
Motor Crossplane bicilíndrico paralelo, 4T, 689 cc, comando de válvulas duplo DOHC, 8 válvulas, refrigeração líquida e injeção a gasolina.
Potência 74,8 cv  e torque de 6,9 kgfm;  câmbio 6 marchas.
Chassi de aço tubular com peso total de 183 kg e tanque 14 L.
A Yamaha MT-07 tem a melhor relação peso/potência do segmento: 2,4 kg/cv
Suspensões: diant. garfo telescópico simples; tras. balança traseira com amortecedor Monocross.
Freios ABS disco duplo e simples atrás. Pneus diant. 120/70 ZR 17; tras. 180/55 ZR 17.

Preço sugerido, em SP, de R$ 39.990 sem frete.

 @yamahabrasil  @motoroma_yamaha

Coluna do Jacaré, BH, 05/05/21 –  https://Jacaremoto.com.br – @Jacaremoto

Obs.: jornal do Jacaré, em BH, suspenso por conta da Pandemia até julho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X